Siga por e-mail

Seguidores

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Deus Marte

Em Roma comemorava-se Marte, o Deus da Guerra. Seu equivalente grego era Ares. Mas Marte possuía uma estatura moral bem maior do que seu correspondente grego.
Em Roma, por exemplo, Marte era venerado como um dos principais deuses. Chegou a ser chamado de Deus Nacional. Enquanto que na Grécia, Ares era considerado um Deus menor, fanfarrão e bruto.
Casado com Vênus, a Deusa do Amor e da Beleza, era também amante da vestal Ilia.
Possuía um escudo sagrado, caído dos céus e guardado no fórum de Roma pelo Papa. Os outros símbolos de Marte são uma lança, um pica-pau, um lobo e um touro.
Filho de Juno e de Júpiter, Marte era pai de Romulo e Remo, fundadores de Roma.
Conta o mito que Juno, irritada e com inveja por Minerva ter saído espontaneamente da cabeça de Júpiter, quis também produzir um filho sem a participação de seu marido ou de qualquer outro homem. Foi então para o Oriente com a intenção de encontrar os meios propícios para que isso acontecesse. Mas no caminho, já cansada resolveu sentar ao pé do templo da Deusa Flora. Esta Deusa ouvindo seu desejo lhe mostrou uma flor maravilhosa e a qual só com um simples contato fecundava qualquer mulher sem o auxílio de qualquer homem. E foi assim que Juno deu à luz, à Marte.
Marte era protetor dos campos e das colheitas. E o mês de Março era dedicado a ele e as terças-feiras também. No primeiro dia do mês, os edifícios eram decorados com coroas de louro.
Texto: Lara Moncay
Marte era o deus romano, filho de Júpiter e Juno, equivalente a Ares na mitologia grega. Em contraste com sua irmã Minerva, que representava a guerra justa e diplomática, ele era o deus da guerra sangrenta, por isso tinha como características, a agressividade e a violência. Devido a sua rixa com Minerva, os dois irmãos acabaram se opondo na Guerra de Tróia. Enquanto Minerva protegia os gregos, Marte ajudava os troianos, que posteriormente perderam a guerra para os gregos e Minerva.
Mesmo sendo cruel e rude, Marte se apaixonou por Vênus, a deusa do amor. A deusa manteve relações extraconjugais com ele, pois já era casada com Vulcano. Do amor entre Marte e Vênus, nasceu Cupido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.